Crise no mercado?

Está complicado não pensar que a crise chegou: queda em vendas, números ruins, dólar alto, inflação da maioria dos insumos e equipamentos. Mas segundo o físico Albert Eistein:

A crise é a melhor benção que pode ocorrer com as pessoas e países, porque a crise traz progressos. A criatividade nasce da angústia, como o dia nasce da noite escura. É na crise que nascem as invenções, os descobrimentos e as grandes estratégias. Quem supera a crise, supera a si mesmo sem ficar ‘superado’.”

Independente de tudo que está acontecendo, agora é a hora de ser criativo, de rever os números e ser estratégico e tático em todas as suas decisões. Afinal, estamos num mercado favorável, pois mesmo com a crise as pessoas não deixam de comer. Comer é uma necessidade.

duochefs_water-with-lemon-in-glass

Para já te ajudar, listamos algumas ações simples e práticas para você começar agora a superar esse momento.

  1. Revisite o plano de negócios

    Sem ele nada existe! Pegue o planejamento que você fez da sua empresa e reveja, olhe os números e compare o planejado com o realizado. Caso você não tenha um plano de negócios, faça um. Ele guiará todo o seu projeto e fará com que o investimento seja o mais transparente possível. E, como nada deve ser estático, ele deve ser ajustado a cada etapa do processo.

  2. Gastar para economizar

    As ações contra a natureza não devem mais existir. Pensar em reutilização e reciclagem é a diretriz que irá pautar o futuro das empresas. Lâmpadas de led, reutilização da água da chuva e captação de energia solar são itens fundamentais na hora de sentar para conversar com o arquiteto. São modificações que trarão benefícios para a sua marca e economia a longo prazo.

  3. Mídias Sociais

    Interação com o cliente é tudo. Hoje, as redes sociais permitem uma relação mais próxima com o consumidor, além de ser o lugar em que ele mais está. Essa interação é um dos fatores decisivos para o seu negócio. Como você surfa nessa onda ditará o seu sucesso e vale muito a pena investir nesse segmento. Aproveite esse momento para reforçar o seu posicionamento e ganhar mais clientes.

  4. Cardápio

    Todas as ideias de menus são válidas e basta cada gestor saber gerir esse processo da melhor forma. Porém, na atual fase econômica em que se encontra o Brasil é necessário colocarmos em práticas outras formas de trabalhar o alimento. O cardápio deve ser o mais sazonal possível, criando menus para cada estação do ano teremos sempre insumos em maior oferta, com alta qualidade e baixo custo. 

  5. Sistema

    É um controlador importante que muitos pensam ser supérfluo. Com um Sistema de Gerenciamento de todas as suas operações você facilmente conseguirá rastrear o possível erro, além de ter total controle das suas receitas/despesas. Lembre-se: Com ele você verá mais facilmente a diferença entre o planejado e o realizado.

  6. Estoque

    Organização é tudo. Manter o Estoque em perfeitas condições é saber exatamente para onde está indo o dinheiro da empresa, se existe alguma perda desnecessária e/ou se a compra está sendo correta. Lembrando sempre do sistema PEPS: o primeiro que entra é o primeiro que sai.

  7. Quem faz acontecer: valorize sua equipe

    Patrão não deve ser “carrasco” e funcionário não é “bicho”. Clareza e transparência devem sempre ditar a relação entre todos da equipe. Sanar as dúvidas de cada colaborador interno e saber aceitar feedbacks é o começo de uma relação duradoura e que, sem dúvidas, trará bons resultados.

  8. Sócios

    Desde a fase do plano de negócios os sócios devem estar sempre conectados, unidos por uma força quase cósmica. Conversas contínuas e soluções rápidas das ocorrências adversas devem ser os alicerces desse casamento.

  9. Compras

    O setor Menina dos Olhos: Cardápio bem feito = estoque pequeno = menos compras.

  10. Legalizações

    Não lute contra o Estado, ande ao lado dele. Esse é o momento que muita gente perde a cabeça, mas não adianta arrancar os cabelos e sair por aí verbalizando que nada dá certo. A burocracia no Brasil ainda é grande e saber esperar é um grande exercício. E um grande trunfo.

  11. Contador

    Escolha Bem o Seu! O Contador é uma pessoa participativa que contribui para todo processo, tornando-se uma das peças mais importantes, por isso, devemos sempre estabelecer uma relação de confiança. Um bom profissional deixará você muito mais leve diante de tudo que vem pela frente.

Mantenha-se sempre por dentro do que está acontecendo no seu negócio e no mercado. Converse com outros empresários.

Sucesso e permita-se…

Crise no mercado?
Tagged on:                                     

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *