Quem somos

A DuoChefs é formada por profissionais de diversas áreas e acreditamos que um time heterogêneo é mais criativo e eficaz nas soluções. Afinal, a comida é plural e todos nós temos essa paixão em comum.

Hábitos de consumo, práticas de cozinha, tendências de mercado, harmonização, otimização de processos, pesquisa de novos ingredientes, tecnologias, novidades e imersões em culturas diferentes também fazem parte desse universo.


Carol Sá

carolina-sa1

Cursou biologia, webdesign, aromaterapia até chegar à sua verdadeira paixão, a cozinha, a gastronomia. Mineirinha do grupo, veio do interior, onde o conceito da fazenda à mesa fez parte do dia a dia da sua infância. Desde cedo, teve contato com a natureza e seus ciclos, aprendendo em cada estação o tempo de uma fruta, um legume, uma verdura e criando sabores respeitando eles. Por conta de uma questão pessoal, precisou mudar sua alimentação e assim foi pesquisar novas formas de culinária e tratamentos, reencontrando seu equilíbrio alimentar na milenar culinária ayurveda.


Fernanda Pacheco

duochefs_fernanda

Nutricionista formada pela UFF, com especialização em nutrição clínica e ortomolecular pela FAPES, já trabalhou embarcada como nutricionista/comissária, atuou em consultório, personal diet, consultoria nutricional e terapia nutricional enteral. Atualmente se divide entre duas paixões dentro do mundo da nutrição: A alimentação saudável e segura como consultora nutricional e membro da ANG (Associação Niteroiense de Gastronomia); A terapia nutricional enteral como membro da comissão de nutrição da SBNPERJ e integrante de uma EMTN (Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional).


Liana Rangel

duochefs_liana

Formada em comunicação e marketing com passagens por grandes empresas tecnologia e telecomunicações é especialista em planejamento de branding e comunicação. Comilona sem frescura desde pequena, foi apurando o paladar nesse processo de adorar provar qualquer coisa e juntou a fome com a vontade de comer no blog Água no Feijão. Só que isso foi um caminho sem volta, agora vive lendo e pesquisando sobre hábitos alimentares, mudanças e tendências em gastronomia. A única que é cozinheira amadora, não segue receita e adora uma boa feira, seja pra comprar comida pra fazer ou comida pronta. Hoje, além do blog é responsável pela marca do Coro Come e colabora para o blog da Junta Local.


Rodrigo Sant’Anna

duochefs_rodrigo

Começou a cozinhar de curioso, ao lado do seu pai, mas passou um bom tempo sem encarar a cozinha como profissão, somente cozinhando para amigos e compartilhando com eles as receitas que fazia. Trabalhou em laboratórios de análises clínicas, onde se especializou em controle de qualidade, e no marketing do O Globo. Até que um dia deixou de lutar contra a vontade, resolveu fazer o curso do SENAC e desde então mergulhou de cabeça nas panelas. Entre fogões e fornos diferentes, teve passagens com consagrados chefs como Ana Castilho, Bel Coelho, Célio Dias, Daniel Pinho e Lucien Taira. Em 2009 fundou a DuoChefs e, como consultor e cozinheiro, atuou em diversos projetos. O mais audacioso foi o Refeitório RJ, restaurante no Centro do Rio com conceito de comida de raiz e menus diários que respeitam as sazonalidades dos alimentos. Nesse caso, usou toda a expertise adquirida na Duo para administração do Refê.


Rodrigo Tristão

duochefs_tristão

Começou a cozinhar cedo, dentro de casa, em família e com eles também frequentou os restaurantes tradicionais cariocas. Ávido, comeu com olhos, barriga e com tudo que tinha direito. Quando foi prestar vestibular ficou na dúvida: se jogava na gastronomia ou não? E depois de uma conversa em família foi cursar gastronomia na Universidade Estácio e Alain Ducasse Formation. Buscou dentro do curso uma visão mais ampla do processo alimentar, além de aprender técnicas e novos movimentos. Teve algumas experiências até ser chamado para ser cozinheiro no restaurante do Claude Troisgros. Em seguida surgiu uma oportunidade de ir para o restaurante Espanhol Martin Berasategui, foi e ficou por um tempo. Na volta, cursou empreendedorismo gastronômico e voltou para o CT Boucherie, assumindo uma praça desafiadora. Saiu para coordenar a cozinha do restaurante Ibérico, atual Entre Tapas. Participou da abertura do Refeitório RJ e lá redescobriu sua paixão pela comida brasileira, entendendo um modelo de gestão diferente de restaurante. Já no Boteco D.O.C. esteve à frente da cozinha e desenvolveu gosto pelo universo cervejeiro, fazendo jantares harmonizados e reestruturando toda carta da casa, sempre valorizando o produto local.